O Ford Galaxie 1966 de Jay Leno

on

Faz cerca de um ano e cinco meses desde que comprei o meu Opala. Ao longo desse período, foram feitas bastante melhorias mecânicas e estéticas, tudo, é claro, proporcionalmente e dentro do meu modesto orçamento de ex-jornalista atuando fora de sua área para sobreviver. Vai parecer deploravelmente óbvio o que vou dizer a seguir, mas a limitação financeira é o maior inimigo de quem tem um carro antigo e uma série de outras despesas, normalmente mais importantes, para administrar.

Mas o que seria o ideal para os amantes de antigomobilismo? Ser milionário? Ter seu próprio galpão onde armazena e restaura todos os veículos de sua extensa coleção? Lá ter o maquinário e uma equipe qualificada para até, se preciso, fabricar aquela peça inteira que você só acharia depois de 3 anos de muito garimpo em um celeiro no interior de Goiás?

Pois é, tudo aquilo que você imaginou fazer, caso ganhasse na Mega Sena, o apresentador Jay Leno já faz há um bom tempo. Além de sua atividade como entrevistador de um já tradicional talk show na NBC, Jay tem como Hobby, a restauração e coleção de carros e outros veículos a motor.

A fama do principal passatempo do comediante se desenvolveu de tal forma que o transformou em uma espécie de “formador de opinião” entre os fãs de carro nos EUA. Não é raro ver montadores levando seus principais lançamentos para a Garagem de Jay, para saber qual sua impressão sobre o carro.

Toda essa infraestrutura ajudou a restaurar um carro marcante da adolescência de Jay, o Ford Galaxie 1966 “7 Litre” (7 Litros). Você não leu errado, em meados da década de 60 era possível ir até uma concessionária Ford nos EUA e pedir um carro 7.0! Em um artigo na Popular Mechanics, Jay descreve com muito bom humor a sua relação com o Galaxie de seu pai. A tradução, foi postada aqui no PC há algum tempo.

Os projetos de restauração que envolvem Jay Leno são conhecidos pela sua obsessão por um visual que transmita toda a originalidade do veículo, mesmo que tecnologia do século XXI esteja embarcada. No Galaxie não foi diferente.

A começar pelo manejo do carro. No que acompanhei em seu site, Jay optou por uma dirigibilidade de veículo moderno, para isso, o pessoal da Hotchkis, confeccionou um conjunto de suspensão dianteiro e traseiro especialmente para o  Galaxie do apresentador. Foi a estréia da empresa no mundo Ford, até então, especializada em Chevys e Mopars. Outro aspecto que não foi ignorado foram os freios. Os originais Ford, a disco na frente e tambor atrás, foram todos substituídos por discos de 13″ da Wilwood, feitos sob medida.

O motor original teve sua capacidade aumentada de 7 para 8.3 litros e a cavalaria de pouco mais de 300 para mais de 600 hp. Toda a engenharia da unidade de força foi feita pela Roush, preparadora especializada na linha Ford.

E o melhor de tudo, pelo menos para o Jay Leno, é que cada uma dessas melhorias devem ter sido feitas sem custo nenhum. Empresas como Hotchiks, Wilwood e Roush enxergam no hobby do apresentador uma ótima oportunidade para mostrar e divulgar seus produtos, enquanto que ele vê uma excelente chance de deixar a gente com inveja. É provável que toda a restauração, ou boa parte dela, tenha sido feita só nesse esquema de permuta.

Bom, se alguma oficina quisesse dar um talento no meu carburador para meu modesto Opala passar na inspeção veicular paulista, divulgaria aqui com gosto e ficaria mais do que satisfeito. Enquanto isso não acontece, continuo sonhando com a Mega Sena, Carros Antigos, Galpões e etc.

 

13 comentários Adicione o seu

  1. Pablo Nascimento disse:

    Apenas uma palavra: SENSACIONAL.

  2. Charlinho disse:

    Bom gosto de gente INICIADA e ENTENDIDA é outra história. Eu fico imaginando o que não fariam com esse Galaxie aqueles transtornados XUNADORES do “lata velha” do caldeirão do hulk. Roda aro 20, suspensão a ar, pintura laranja, portas “tesoura” de Lambo, xenon, neon, película verde nos vidros e sonzera “esparrada”….e pior que eu estou brincando, mas a gente sabe que os caras iriam fazer exatamente isso.

  3. Gian disse:

    Bem, é um carro do Jay Leno, então…. Pobres mortais como nós, devem apreciar as obras de arte que ele tem … Enquanto não podemos fazer o mesmo com nossos carros. Ah se ganhássemos na Mega Sena !!!!!!!

    Abraço daniel !

    1. Gian,

      Uma coisa que sempre penso, caso ganhasse na Mega Sena, é fazer uma espécie de Year One Brasileira e voltar a fabricar peças pros nossos antigos com a maior fidelidade possível às originais, se possível com a autorização das montadoras.

      Abs.

      1. Vitor Castro disse:

        Boa idéia!
        Só não concordei com a parte da autorização das montadoras. Se elas não nos atendem e não dão a mínima para os carros fora de linha, porque elas deveriam ganhar com isso!?

      2. Isso é verdade Vitor, você tem razão.

        Falei isso porque é assim que é feito lá fora. A indústria nacional é rica de história e pouco se usa dela, até pra efeitos de Marketing. As empresas pouco ligam para suas respectivas histórias. São raras excessões. Mas enfim, está tudo certo, só falta a bolada da Mega Sena pra eu tocar isso, contrato vocês como consultores…rs

        Abs.

  4. Charlinho disse:

    Mas deixando de lado essa lembrança desagradável do xunning, carro sensacional, ainda mais que é caixa manual + V8 7 litros, do jeito que o diabo e nós gostamos. E essas rodas são maravilhosas, até em um Mustang moderno atual cairiam maravilhosamente bem. E sem precisar de um diâmetro de aro igual ao da roda de uma carruagem.

    1. Concordo Charlinho, como diz o RZO, “chique é ser simples”. Essas rodas, se não me engano, são American Racing, mas não sei o modelo. Gosto muito de pneus com as letras em branco, mas os “Red Lines” são só pra quem entende…rs

      Abs.

  5. Mario Buzian disse:

    Esse Galaxie é de encher os olhos !!
    Pena que a Ford não os fez como opção aqui no Brasil…Seria um sério concorrente aos Dodges na mesma época !!!
    As rodas são do modelo “Torque Thrust”, um clássico americano a área de acessórios…
    Ah, e caso vc. queira abrir uma “Year One” aqui no Brasil por favor não esqueça de me chamar, certo ??
    Grande abraço da Turma do Sul, Daniel !!!

    1. Já pensou? O duas portas tem um visual bem agradável. Ontem mesmo, indo pro trabalho, vi um dos “nossos” Galaxie vermelho, com pneus mais largos na traseira e com o escapamento bem aberto. O barulho e o visual já era bem intimidador para o nosso trânsito, imagine se fosse um “7 Litre”.

      Suspeitei desde o princípio que fosse, uma “Sede por Torque”, mas procuro me conter para não falar besteira, valeu pelo toque!

      Já está tudo esquematizado para a Year One – Brasil, só faltam algumas centenas de milhares de reais na minha c/c. Pode ficar tranquilo, deixo você encarregado da seção “Chrysler do Brasil”…rs

      Abs.

  6. Fabinho Portuga disse:

    Como foi citado em Nacionais e o Aero WILLYS Itamaraty?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s