O Elenco em “Dazed and Confused”


Pontiac GTO "The Judge" 1970: Aparece em boa parte do filme.

Como pude me esquecer desse… Dazed and Confused (Jovens, Loucos e Rebeldes, 1993) é um ótimo filme sobre o último dia no colegial de um grupo de adolescentes no “longínquo” ano de 1976, no subúrbio de Austin, no Texas. O título, em inglês, é uma referência direta a música de mesmo nome do Led Zepplin. Já o elenco da película é lembrado por ser o primeiro trabalho de algumas estrelas de Hollywoodianas, como Matthew McConaughey, Ben Affleck e Milla Jovovich.

O belo Ford Maverick Grabber 1971 é guiado por uma adolescente. Cena difícil de se imaginar nos dias de hoje.

O filme trata dos dilemas típicos do fim da adolescência e começo da vida adulta, de forma leve, mas sem ser superficial. Mas o que traz essa película a este blog não são os dramas adolescentes (ainda bem) e nem o elenco de futuras promessas, mas sim uma outra relação de astros muito mais interessante, os carros.

Outro "astro" é este Plymouth Duster 1973 envenenado.

Em Dazed and Confused é um prazer a parte vê-los em “ação”. Entre áspas mesmo, pois não espere cenas de perseguição ou coisas do gênero. No máximo, uma acelerada ou um racha, típicos daquela época. No entanto, é um prazer á parte ver e identificar o elenco sob quatro rodas, que desfila toda a elegância e beleza que, em um determinado período da história, os automóveis americanos tinham de sobra.

Esta Chevrolet Cheyenne 1972 tem uma participação logo no começo. Particulamente, gosto muito dessa geração de pick-ups da GM.

O destaque fica para o Chevrolet Chevelle SS 1970 dirigido pelo personagem de Matthew McConaughey, chamado, carinhosamente pelo dono de “Melba Toast” (Torrada).

Em uma determinada cena, David Wooderson (personagem de Matthew) abre o capô do Chevelle e começa a falar sobre as modificações feitas no seu V8 LS5 de 390 hp.

O fotogênico Chevrolet Chevelle 1970 em uma das poucas cenas de "Pé na tábua".

“Let me tell you what Melba Toast is packin’ right here, alright? We got 411 Positrac outback, 750 double pumper Edelbrock intakes, bored over 30, 11 to 1 pop-up pistons, turbo-jet 390 horsepower. We’re talkin’ some fucking muscle.” (David Wooderson)

Anúncios

4 comentários Adicione o seu

  1. tiago bach disse:

    ola daniel. primeiramente gostaria de lhe parabenizar pelo site, que é muito bom! estou usando esse topico para mostrar uma coisa que não poderia passar despercebida, para os amantes de muscles: no mercado livre esxistem dois muscles classicos para vender um gto 67 e um plymouth gtx! estou postando os links aqui para os curiosos, se eu postei no lugar errado, me desculpe ok?

    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-166220275-pontiac-gto-1967-v8-67-carro-muito-raro-ac-troca-muscle-car-_JM

    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-165107732-dodge-plymounth-1972-road-runner-motor-340-_JM

    obrigado.

  2. Sem problemas Tiago, bela contribuição. Obrigado pelos elogios e vioita.

  3. Wanessa disse:

    Cara, a melhor definição pra esse filme é: P.E.R.F.E.I.T.O… trata da adolescência sem ser nostálgico, um elenco que na época não eram conhecidos, trilha sonora impecável, só os clássicos, e um meeeega desfile de carros.
    Uma ótima recomendação de filme, pra quem gosta de um bom rock n’ roll e aprecia carros antigos, esse é o filme.

    1. DG Tiger disse:

      Concerteza!!! Hoje tenho 35 anos, a primeira vez que assisti, eu tinha 17, comprei o cd da trilha, logo depois o DVD. E ainda hoje não canso de ver quando ainda passa nos canais fechados. É um filme que me inspirou na adolescência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s