AMC Hurst S/C Rambler 1969

AMC Hurst SC Rambler: O Muscle Car "Alternativo".

Quando você ouve falar no termo “Muscle Car” qual modelo vem a sua cabeça? Não seria fora da realidade supor que você pensou em um Charger, Camaro ou algo do gênero. De certo mesmo, não foi o AMC Hurst S/C Rambler 1969 que veio à sua cabeça. Mas não se preocupe, a quarta força entre as montadoras americanas naqueles tempos (hoje já não existe mais), a American Motors Company ficou conhecida mesmo pelos carros econômicos.

Esquema de pintura "A", causou estranheza.
O esquema "B" era um pouco mais discreto.

O frenesi criado pela corrida de cavalos em Detroit fez com que até a AMC entrasse no páreo. Com alguma experiência em performance com o Javelin, a montadora decidiu que era hora de competir com carros de port médio. No seu elenco, quem fazia esse papel era o Rambler. A receita foi simples, mandaram esse carro (que pra mim lembra um Dart com o corpo do Chevy II) para a Hurst Performance Research Inc. e encaixaram nele o maior motor V8 disponível da American Motors, no caso, um de 390 polegadas cúbicas (6.3 L) e 315 hp.

V8 de 6.3 Litros e 315 hp.

O câmbio de quatro marchas era produzido pela Born Warner e completando o sistema, obviamente, a própria Hurst. O modelo ainda recebeu suspensões reforçadas de anti-rolagem, pneus Goodyear Polyglass e, como opcional, frios a disco na frente.

Seta indica para onde o ar deve ir?

O carro estreou na metade daquele ano eficou longe de ser um sucesso de vendas. O seu esquema de cores – branco com uma grossa faixa vermelha na lateral, com uma outra fina cruzando o carro do capô ao porta malas – foi alvo de críticas nas revistas especializadas, assim como o seu alto nível de ruído. O público também pareceu não ter gostado, afinal apenas 1.512 foram produzidos.

Os emblemas naquela época serviam para intimidar a concorrência.

Na pista, o Rambler não fazia feio. O 1/4 de milha ficava na casa dos 14 segundos baixos. O 0-100 era cumprido em 6.3 segundos. Nada mal para um Muscle Car obscuro de um uma montadora que nem existe mais. A revista Road Test disse na época “ele (o Rambler) vai mostrar seu emblema Hurst na traseira de alguns GTOs, Cobra Jets, Road Runners e Mach 1s”.  Para ver fotos que não entraram nesse post, acesse nossa Página no Facebook.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. sentinelamopar disse:

    pô Daniel, não tenho facebook, vou ficar na curiosidade quanto as outras fotos. mas falando do carro, as cores são bem patrioticas não acham? hehehehe derrepente se tivesse outro esquema de cores iria vender alguma unidades a mais, gostei do carro, acho que se tivesse um visual mais discreto e tirassem aquele scoop que parece um apito do capô ficaria beeeem melhor, bom… o motor sem comentários, acho que é a unica coisa que valia a pena neste AMC hehehehe..

    1. Então Sentinela,

      Pro post ficar bem diagramado, não posso colocar todas as fotos que encontro. Quanto ao carro, você falou o que eu penso. Scoop de “Apito” foi foda…rs As cores do capitão américa também ficaram esquisitas prum carro de rua. Mas que o bichinho puxa, ele puxa.

      Abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s