Mercury Cyclone Spoiler 1970

em

Grande, sem ser desajeitado: O desenho consegue disfarçar um pouco as dimensões pornográficas do Mercury.

A Mercury não tem como principal característica a esportividade em seus carros, afinal é a subsidiária que separa os Fords comuns dos luxuosos Lincolns. Em sua trajetória, porém, houveram modelos que saíram da rotina e ousaram  no visual e principalmente na performance. Não por acaso, esses ‘desvios de conduta’ aconteceram nos tempos em que Detroit era um grande aras criador de cavalos e a gasolina era farta e barata.

O estilo 'Garrafa de Coca-Cola' era quase um molde em Detroit.

No final da década de 60, começo da de 70, o mantra repetido pelas montadoras era “Race on Sunday, Sell on Monday”, em tradução livre “Corra no Domingo, Venda na Segunda”, ou seja, o mercado mostrava que modelos bem vencedores nas pistas tinham grandes chances de se dar bem comercialmente.

A Nascar em 1970 testemunhava o pico da corrida entre as montadoras dentro e fora das pistas. Como a potência dos carros pareciam ter chegado ao limite, as fabricantes passaram a investir em outros aspectos da dinâmica do carro, principalmente os aerodinâmicos.

Nesse ângulo é possível notar a enorme distância dos entre-eixos.

Nessa época apareceram os ‘Wing Cars’ da Chrysler, Plymouths e Dodges que pareciam Iates dominavam amplamente as competições. A resposta da Ford foi o Mercury Cyclone Spoiler. Na minha humilde opinião, um dos mais belos carros feitos pela fábrica de Dearborn.  O Spoiler era a versão ainda mais esportiva do Mercury Cyclone GT e vinha melhor equipado do que seu ‘primo’ Ford Torino Cobra.

Com uma frente dessas, será que sobra ar pro Scoop?

O Mercury vinha de fábrica com o V8 429 de 370 hp, mas havia o interessante opcional Drag Pack que elevava a potência para 375 hp e uma relação de marchas mais curtas. O Spoiler contava com um scoop na frente, um aerofólio traseiro de fábrica e um spoiler dianteiro opcional.

Motor V8 7.0 de 375 hp, acho que os números falam por si.

Em termos de performance, o Spoiler não fazia feio, mesmo estando um pouco abaixo de seus contemporâneos nesse quisito. Basta lembrar que só de entre eixos, o carro tem 5m30cm, ou seja, um transatlântico desfarçado de Muscle Car. O 0-100 fica em 6.2 segundos, já os 402 metros são cumpridos em 14.01 segundos.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. sentinelamopar disse:

    não conhecia este modelo, este blog me fez conhecer vários muscles sem ser os famosos chargers, challengers, camaros, mustangs etc.. este blog é uma escola automotiva heheheeh, continue fazendo sempre este belo trabalho!

    abraços e sucesso!!!

    1. Sentinelamopar,

      Obrigado pela visita e elogios.

      Escola automotiva ? rs Valeu mesmo, mas ainda estou aprendendo bastante com o blog e não sei muita coisa ainda.

      Abs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s