Leve Apimentada no 151 II

Novo combustível pro 151.

Por Guilherme Farias

Caros,

A grande diferença de tempo entre um post e outro era a falta da matéria prima principal, o motor. Sem mais delongas, continuando: O bloco recebeu um banho químico, foi broqueado e encamisado com as camisas de aço do motor Perkins Q 6-354, que de fato, é melhor do que roçar anéis diretamente no bloco de aço baixo.

O virabrequim foi retificado para 0.20. O comando e as buchas não foram trocadas apenas polidas. O primeiro será passado para mecânico futuramente e os tuchos serão travados, mas não será alterada a graduação.

O cabeçote foi apenas aplainado em 0,85 décimos. Teve suas guias feitas, assim como as sedes. Não precisou de banho químico pois eu mesmo, antes de enviar, dei um “trato” inutilmente.

Os pistões utilizados na receita foram os de cabeça plana, somando assim com o cabeçote aplainado (não rebaixado), o total da compressão utilizando junta de 0.30 décimos foi de 9,2:1, o que faz precisar do uso de gasolina azul ou mais conhecida como “podium” de maior octanagem.

Só que eu não sou exigente, então vou usar uma junta de 1,8mm original, e vou rodar na gasolina “padrão” então a compressão vai cair pra 8,3:1. Os opalas originais a gasolina com pistão concavo tem por volta de 6,5:1.

Usarei o motor de arranque  do 6cil, apenas pra garantir que dê giro no motor com compressão mais alta.

Por enquanto é só, ainda vem a parte três, que é a montagem final. Aguardem.

Anúncios

11 comentários Adicione o seu

  1. Guilherme Farias disse:

    eu fui procurar no google o que era tabasco, boa!

    1. Youngsters… Humpf.

  2. Pedro do Opala e do Kadett disse:

    Fala, cara,

    Olha, pode usar gasolina comum, desde que de boa qualidade, com 9,2:1, viu… ah, e a taxa dos primeiros era de 7:1… realmente muito baixa! Mas a gasolina da decada de 70 nao tinha alcool, o que piorava muito as coisas!

    Parabéns pelo carro, é simplesmente o melhor que existe!

  3. Guilherme Farias disse:

    Pedro! o problema da gasolina comum é a pré detonação, mesmo sendo de boa qualidade.
    não ocorrendo a pré detonação com gasolina comum, o motor super-aquece, e o que o povo faz? ou aumenta os giclês para resfriar os pistões porém ocorre o “efeito maçarico” e pode até vir a derreter o pistão como já aconteceu com o 302 de um amigo. ou então quando começa a bater pela pré detonação, adianta-se o ponto, quando isso acontece (ouvir as batidas) as saias dos pistões já despedaçaram e as bielas já estão parecendo “bananas”. no meu motor quando foi aberto e calculada a compressão, com pistões concavos, junta de 2mm e cabeçote nunca aplainado deu 6,5, o motor era “virgem”.

  4. Pedro do Opala e do Kadett disse:

    Pois é, cara… é que meu carro usa 9,2 (o Kadett, não o Opala) e é tranquilo, mas a injeção ajuda bastante.

    Porque não usa logo álcool e uma taxa acima de 10:1?

    Ah, outra coisa que eu nem sei se vc já disse, desculpa se tiver perguntando bobagem, mas que alimentação vai usar?

    Abraço!

  5. Guilherme Farias disse:

    Pedro,

    o kadett tem a injeção eletrônica pra corrigir como vc mesmo disse, para aumentar ou diminuir a “giclagem”, esfriando ou esquentando, avançando ou atrasando o ponto.
    sem contar que tem os pistões mais fortes, bielas, etc, por falar nisso o 2.2 da S-10 é um motor que tá na lista pra por no meu Opala..

    um ditado que um amigo meu mecânico disse e eu sigo ao pé da letra:
    “alcool é pra beber, carro só faço a gasolina.”

    vou usar um DFV 228 por enquanto!

    um abraço

  6. TARCIZIO disse:

    OLA MEU AMIGO VC ESTA DE PARABENS… MUITO REQUINTE ….UMA OBRA DE ARTE QUANTO A ALIMENTAÇÃO ESTOU MAIS INCLINADO PARA ALCOOL QUE GASOLINA, VC CONSEGUE MAIS RENDIMENTO E CONFIABILIDADE QUE A GASOLINA ..

  7. Guilherme F. disse:

    Tarcizio, como vai?

    eu não gosto de alcool… como sempre digo, a gasolina já tem muito alcool, o alcool então, tem muita água.

    alem de demorar horas pra pegar no inverno, a queima nunca é 100% por causa da água e do “vapor de alcool”, sempre sobram uns resíduos que misturam com o óleo e o deixam leitoso. isso com o tempo trava o motor literalmente, com essa “borra” de agua + óleo + alcool.

    sobre o rendimento, um carro à álcool tem compressão mais alta pra queimar a gororoba, então ele é mais “forte”, mas e se usar um carro igual com a mesma taxa de compressão, só que com gasolina? fica umas 3 vezes mais forte que o álcool.

    um abraço

  8. rodrigo disse:

    afinal quanto cv ou hp consigo a mais com as modificasoes

    1. Guilherme F. disse:

      quer potencia, parte pra outro carro, vende o opala e pega um dodge ou um landau, tem também o vectra 2.2, soca uma turbina ali, esse aguenta a pressão e garanto que passa de 200cv com 4cil. agora se quer corrigir erros que a GM podia ter feito na época pra RENDER MAIS POTENCIA, só desse jeito e não vai passar de , chutando altissimo com condições climáticas perfeitas, gasolina boa, óleo bom e novo, motor 110% regulado e afinado, 130cv, mas isso no extremo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s