As Fuselagens da Chrysler

on

New Yorker 1970: Meu sonho é balizar um monstro desses.

Os automóveis podem representar muitas características de um únic  proprietário, região e, até, de um país inteiro. Não é exagero dizer que os carros são a extensão da personalidade de um indivíduo ou de todo um coletivo. Nos Estados Unidos, em tempos de crise ou não, carros grandes sempre fizeram parte da história daquele país e do gosto do consumidor, fosse com os antigos Full Sizes ou com as atuais SUVs.

1971 Plymouth Fury: Simples, mas ainda gigantes.

De 1969 a 1973 a Chrysler oferecia como modelos top de linha, modelos que exemplificam bem isso e, de tão grandes (quase 6 metros), poderiam ter seu próprio fuso-horário, língua e moeda corrente. Exageros a parte (no texto, não nas dimensões), o desenho desses modelos foram chamados, pela própria montadora, de Fuselage (Fuselagem) porque, assim como nas aeronaves, os carros mostravam grandes extensões de metal e, é claro, associar o conforto do carro com os aviões.

Imperial 1972: Só lhe faltam asa.

Internamente, eles era conhecidos como o C-Body, são eles Imperial,  300, Chrysler New Yorker, Monaco, Newport, Polara e Fury. A saber, os A-Body eram os modelos de entrada como o Dart e Valiant e os B-Body, intermediários, ficavam com o Road Runner, Charger e Coronet. O interessante é que os próprios anúncios já avisavam que a idéia desse novo design era fazer com que os carros parecessem mais longos e largos que os antecessores.

Newport 1973: Com as leis de segurança, ganhou parachoques pretuberantes e uns centímetros a mais.

Se você cresceu nos anos 70 e 80, viu muitos desses modelos em cenas de ação em séries e filmes policiais, na maioria das vezes, como meio de transporte da lei. Recentemente, um desses jumbos sobre rodas – mais precisamente um Chrysler Newport 1971 – estrelou no filme “Perseguição” (Joy Ride -2001) com Paul Walker, Steve Zahn e Leelee Sobieski como “coadjuvantes”. A trama guarda muitas semelhanças com o clássico “Encurralado” (Duel -1971) que, basicamente, se trata de um caminhoneiro maluco perseguindo um carro da Chrysler.

Há um site gringo – Fuselage – dedicado apenas a esses modelos que marcaram época, com detalhes como números de produção, modelos ano a ano, entre outros. Vale a pena dar uns cliques.

6 comentários Adicione o seu

    1. Grana, e uma vaga de estacionamento do tamanho de um hangar…rs
      Valeu pela contribuição e visita!

      1. Marcus Sousa disse:

        Muito bom seu blog, descobri nas andanças que ando fazendo na procura de um opala.

        abs

  1. Marcus Sousa disse:

    melhor olha isso hahahahaha sonho

    http://veiculos.mercadolivre.com.br/_CustId_675269

    1. Rodrigo Tavares disse:

      Marcus,

      Conheçe esse cara, eu comprei minha Caravan dele, otimo vendedor, isso é o que ele tem a venda, tem diversas outras coisas que não estão a venda rs…de acordo com ele mesmo, tem 1 galpão enorme em São Paulo e outros 3 ou 4 no Rio (não lembro) fora o estoque de outras coisas que ele tem…

      Obrigado pela visita !

      Rodrigo

  2. Marcus Sousa disse:

    Poxa então é um tesouro mesmo que ele tem hahahaha, se ganhasse na mega farai um pacotão ai com uns 10 carros mole.

    abs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s