Minha Nova Amante

Marajó 1989: Da maneira em que veio ao mundo.

Como havia falado anteriormente, estive afastado do blog por um tempo, mas foi por um bom motivo. No final do ano passado, indo para casa em um sábado a noite, um “sujeito” conseguiu a proeza de amassar o parachoque traseiro da minha “esposa”, a Caravan 1976, de uma maneira extremamente infeliz. O desatento motorista, atrás da Pacata em um semáforo que acabara de abrir, resolveu testar a teoria da física onde 2 corpos não ocupam o mesmo lugar no espaço e ao mesmo tempo. A teoria, infelizmente para mim e para minha companheira, provou ser verdadeira da pior maneira. Por sorte, a pequena pancada comprometeu só o parachoque traseiro, peça que já tinha sobressalente em casa. Fiz a troca na minha bela senhora no dia seguinte pela manhã, ainda com raiva.

Após esse fatídico episódio, decidi que era hora de dar um descanso para a minha companheira. Era hora de namorar uma nova donzela. Mas não podia ser qualquer uma. Tinha que ser uma me agradasse e que, em um futuro próximo e após algumas modificações, pudesse ser uma parceira divertida de se andar. Cheguei a procurar por um Chevette. Mas, convenhamos, tal modelo modificado  já é algo comum. Como nunca gostei de ser mais um no meio de tantos e já tenho uma queda por “elas”, procurei por sua irmã renegada, a Marajó. A minha única condição para o nosso matrimônio é que ela estivesse em um bom estado de conservação.

Há um mês minha procura chegou ao fim. O nome dela? Mary Jane. Agora, é ela que me faz companhia diariamente. Com apenas 21 aninhos (1989), Mary é  exatamente como eu queria: Um corpo, digo, lataria alinhada, interior em bom estado e mecânica 1/6 S impecável. Como é desinibida, bebe álcool. O seu ano de nascimento coincide com o último de fabricação. Mary usa saltos, digo, rodas aro 14 de aço do Vectra GL 1997. Particularmente as acho bonitas, principalmente em seus pés. Ela ainda tem certidão, digo, manual e nota fiscal da época.

Seu único defeito é a sua pele, digo, pintura. Está com alguns – pra não dizer vários – podres. Em compensação, estruturalmente ela é muito integra. Nunca foi agredida (batida) e tem todos os detalhes originais.

Agora Mary Jane é minha amante, companheira diário. Enquanto isso, a minha esposa, a Caravan, vai para a restauração. Assim que estiver pronta será a vez da Mary receber um agrado. No caso dela, um novo motor mais moderno.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Leonardo. disse:

    Po cara muito boa a sua história. Tenho uma parecida, tenho uma Meriva para trabalhar que a empresa me dá, por isso estou vendendo o meu Corsa Sedan 2009, como esse tipo de carro é só para trabalhar e eu sempre gostei de antigos precisava de uma noiva. Minha família sempre teve Marajó meu pai teve uma 81 branca, meu tio teve uma 82 preta e um outro tio meu teve recentemente uma 85 verde. Estive buscando uma a aproximadamente um ano, foi na semana passada que achei. Uma gauchá, também com 21 aninhos, impecavél de lata, branca já prontinha pra casar (já tá de branco). Moro em São Bernardo e fui pra Porto Alegre busca-la, fui de avião e voltei dirigindo, 1.207 km!!! Sem duvida a melhor viagem da minha vida por enquanto. Uma aventura ducaralho!
    Meu e-mail é leonardo.bomba@gmail.com me manda um e-mail pra gente ir trocando fotos e projetos.
    A minha estou pensando em montar com motor 1.8 familia nova flex da GM + 4em1 aspirado, ou tambem pensei em montar em cima do bloco 1.6 com cabeçote de monza, 4em1 e 3E. Ve se faz contato e manda umas fotos da sua amante.
    Abraços e parabéns pelo bom gosto!

    1. Rodrigo Tavares disse:

      Po Leonardo, antes de tudo obrigdo pela visita. Bem legal sua história, sempre tive vontade de ir buscar um carro assim longe, e pelo jeito deve estar zerada. Te mandei e-mail ! e para vc ou qualquer pessoa que estiver afim de ver, conversar ou qq coisa sobre chevettes e afins fica o convite a visitar o site http://www.chevettemaniac.com, o forum e os encontros que aconteçem toda sexta a noite ao lado do sambodromo e no 1º domingo do mês no Shopping D e logo após carreta para um parque na Casa Verde.

      Abraço e me manda fotos ! rs…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s