The Chrysler Corporation Turbine Car

A Era Espacial teve influência decisiva na indústria automobilística americana.

Enquanto Ford e General Motors  se inspirava em jatos e foguetes para desenhar seus carros, a Chrysler foi mais além. No começo dos anos 60 a montadora das cinco pontas levou bem adiante a idéia de produzir um carro movido a turbina. De 1963 a 1964 foram produzidas 50 unidades do The Chrysler Corporation Turbine Car, que foram cedidos, em caráter experimental, para um número igual de famílias. Um mês e meio após o anúncio, haviam 30 mil inscrições de pessoas interessadas em andar no carro “do futuro”. O carro foi desenhado por Elwood Engel, vindo da Ford. Em 1961, Engel era o projetista responsável pelo Thunderbird. O Turbine ficou tão parecido com o T-Bird que lhe rendeu o apelido de Engelbird.

Apesar do desenho típicamente americano, a carroceria era produzida pela Carrozzeria Ghia SpA, em Turim, na Itália. O propulsor era uma Turbina a gás que desenvolvia 130 cavalos, medidos na transmissão. Num motor a pistão, equivaleria a 200 cavalos. Uma característica  curiosa é que a turbina funcionava com qualquer tipo de combustível. De gasolina até tequila! isso mesmo, um desses incríveis automóveis chegou ao México e, o então presidente Adolfo Lopez Mateos disse que queria vê-lo funcionando com a bebida típica daquele país. E o Turbine rodou normalmente.

Foram feitas 55 unidades do Turbine de carroceria Ghia no total. Cinco foram mantidas com o departamento de pesquisas Chrysler. As outras 50 foram para o programa experimental com o público. Sobraram apenas nove. As 46 restantes tiveram de ser destruídas entre 1967 e 1969. Como as carrocerias eram importadas da Itália, o governo americano fez uma concessão para fins de pesquisa, por cinco anos.

Para continuar a utilizá-las, a Chrysler teria de pagar impostos. Por essa razão (ou outros motivos obscuros) optou por manter apenas com nove unidades, dessas, oito tiveram as turbinas removidas e a maioria passou a figurar em museus e coleções. Três unidades permanecem com a Chrysler, uma delas funcionando. Outro modelo, também funcional, faz parte da coleção do comediante e apresentador Jay Leno.

2 comentários Adicione o seu

  1. elias disse:

    qual era a velocidade máxima?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s