“El” Ford Sierra

Ford Sierra Cosworth ou "Cosy" pros íntimos.

A Ford, ao longo de sua história, lançou alguns modelos com um nome em espanhol. Nos Estados Unidos nas décadas de 60 e 70, por exemplo, tinha a camionete Ranchero.  Para a região da Austrália e Ásia, nos anos 80 e 90, a montadora americana oferecia o Festiva. Aqui no Brasil, podemos lembrar do extinto Del Rey e do Fiesta, este, ainda em produção. Mas e no Velho Continente? Por lá, a Ford oferecia aos europeus um sedã média chamado Sierra. E é dele, em sua versões “quentes” e desconhecidas por aqui, que vamos falar um pouco agora.

Primeiramente, um carro que me agrada muito. Um veículo que nossos irmãos argentinos tiveram, mas que (infelizmente) nunca chegou ao Brasil. O modelo começou sua trajetória de sucesso no mercado europeu no ano de 1982, substituindo o Taunus e em 1983 na Argentina. Tiveram diversas versões, com motorizações 1.8, 2.0. A versão top de linha contava com um V6, de 2.8 litros o XR4x4. Com tração integral nas quatro rodas, acelerava de 0 a 100km/h em 9 segundos. Velocidade máxima de 205 km/h.

1983 com o V6

As melhores versões foram as que tiveram a colaboração da inglesa Cosworth, preparadora e fabricante de peças de alta performance do velho continente. Em 1986 foi lançado o Sierra RS Cosworth, que contava com um motor 2.0 DOHC, equipado com uma turbina Garrett T3 e intercooler. Desenvolvia 204cv a 6.000 rpm fazendo o 0-100 km/h em 6.8 segundos, com a máxima de 242km/h.

No ano de 1987, foi lançada uma versão especial, a RS 500 Cosworth, com o propósito de conseguir a homologação do carro em diversas provas de automobilismo, principalmente o Rally. A mecânica era baseada na RS comum, mas com ajustes e pequenas alterações para aumentar a cavalaria para 225 cv. Também foram feitos novos ajustes de suspensão e adição de um body-kit. Foram produzidos apenas 500 unidades do modelo.

RS 500: Como o nome sugere, apenas 500 unidades.

Para 1990 veio a última versão esportiva de Sierra, o Sapphire RS Cosworth 4×4, baseado na versão Sedan do modelo. Em minha opinião a mais bela e discreta, assuntando muitos donos de carros esportivos. Vinha com o motor 2.0 turbo-intercooler e, como o nome já diz, tração nas 4 rodas.

Saphire, versão 'precisosa' do Sierra.

Três anos mais tarde, para a tristeza dos fãs, o Sierra sairia de produção.

5 comentários Adicione o seu

  1. Guilherme Farias disse:

    eu citei na minha apresentação, 3 carros modernos que eu gosto. errei, pode botar esse na lista! branco de preferência.

    1. Daniel Sanchez disse:

      “Moderno” entre muitas aspas.

      1. Daniel Sanchez disse:

        Eu prefiro esse:

      2. Rodrigo Tavares disse:

        Logo mais posto outros Ford´s europeus bacanas, e ai sim mais modernos e conheçidos por nós, mas não nessas versões.

  2. Daniel Sanchez disse:

    Eu gosto do Escort RS Cosworth 1996. Foram apenas 68 unidades feitas e tem uma aceleração estúpida. Inclusive tenho em um em escala 1:18. Aqui se pode falar de qualquer carro…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s