Dodge Charger Bengal Tiger 1968

Um dos dois sobreviventes. A raridade é tanta que é difícil até encontrar fotos.

Hoje os olhos dos Estados Unidos estarão voltados para a grande final do Futebol Americano. Pros caras é o mais importante dia do calendário esportivo. Um amigo meu, americano, certa vez disse que, se o de coração dele (San Francisco 49ers) fosse pra final, seria como se o Brasil disputasse a Copa do Mundo.  Mas o que Futebol Americano tem a ver com carros antigos ou Muscle Cars? Bom, no começo de 1968, uma concessionária de Cincinnati produziu 50 unidades únicas para comemorar a formação do time da cidade, os Bengals.

Os carros foram pintados em um laranja único, chamado de “Tiger Orange”. Havia a opção de teto de vinil e as “Bengal Stripes” faixas na traseira, além de um emblema com a inscrição “Bengal”. Naquele ano, o Charger ganhava uma carroceria toda nova e o clima de euforia  foi tamanho que, as 50 unidades foram vendidas antes mesmo do time fazer sua estreia! Com o passar dos anos, esses carros caíram no esquecimento e, os fãs do modelo, afirmam que se tem notícia de apenas duas unidades sobreviventes.

About these ads

8 comentários sobre “Dodge Charger Bengal Tiger 1968

  1. Um carro perfeito pra uma homenagem e épocas de glória!!!Sem dúvidas o Dodge Charger é a materialização perfeita do que podemos chamar de American Way,Muscle Car…ele é a América sobre quatro rodas!!!
    Sinceramente,eu não conhecia essa edição limitada dessa barca maravilhosa…mas é sempre bom e gratificante para min ler sobre esse tipo de notícia!!!

    Daniel,vc está de parabéns!!!Vc ajuda a manter viva essa chama do antigomobilismo!!!

  2. Este carro é extremamente lindo mesmo, uma pena 48 terem desaparecido no mundo.Muito bonito mesmo, e o motor, era o 440 Magnum?só por curiosidade…
    Abraços!!

  3. Viagem minha: a Dodge, que estava na ativa em 1976 podia fazer uma homenagem dessas com o Cruzeiro Esporte Clube, que ganhara a Libertadores daquele ano fabricando Chargers customizados…

    • Viagem minha: a Dodge, que estava na ativa em 1976 podia fazer uma homenagem dessas com o Cruzeiro Esporte Clube, fabricando Chargers customizados, já que o time ganhara a Libertadores daquele ano…

    • Bruno,

      A Chrysler eu não digo, mas alguma concessionária em MG poderia ter feito sim. Não seria absurdo, mas eles perderiam clientes atleticanos. Em Cincinnati só havia um time, então foi um sucesso de vendas.

      Abraço!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s